COLÉGIO ARARIENSE: nossa singela homenagem



No ano de 1944, chegou em Arari o Padre Clodomir Brandt e Silva. Arari estava há anos sem um pároco. Clodomir, ao chegar no município, averiguou as carências do lugar, sobretudo em relação à educação. O município era carente. Possuía àquela época uma expressiva porcentagem de analfabetos. Assim, o profícuo padre achou necessário fundar uma escola. Eis, então, que no dia 15 de fevereiro de 1944, com apenas dois alunos: Zózimo Feques e Adir Everton, funcionando em turno vespertino, surgiu o Instituto Nossa Senhora da Graça, a princípio voltado apenas para meninos.

O professor, o próprio Clodomir Brandt e Silva, ministrava suas aulas com desenvoltura. Utilizava uma metodologia, digamos, avançada e inovadora para a realidade local naqueles idos. Desse modo, a escola foi crescendo em número de aluno e em relação à sua didática. Decerto, o padre era uma homem bem à frente do seu tempo. Olhava para o futuro. Sabia que uma escola deveria trabalhar as variadas competência e habilidades dos alunos. E isso foi muito bem trabalhado.

Daí, em 1947, três anos após a fundação do Instituto Nossa Senhora das Graças, Padre Brandt verificou que as meninas também tinham o direito à instrução. Então, decidiu abrir uma escola para atender o público feminino. Foi criado o Instituto Bom Jesus dos Aflitos, que funcionava em turno matutino. Em 1964, foi criado o Ginásio Arariense, em turno noturno. Em 1965, foi criado o pré-escolar Jardim de Infância Menino Jesus. Em 1969, foi criada em Escola Normal de Arari. Depois tudo foi unificado e foi então que mudou-se o nome da escola para Colégio Arariense. Padre Brandt fez tudo com muito sacrifício e força de vontade. Tirando recursos muitas vezes do seu próprio bolso para manter vivo o seu ideal educacional.

O Padre Clodomir Brandt e Silva montou uma escola que incentivava todas as vertentes educacionais: esporte, teatro, oratória, música, artes gráficas, cursos profissionalizantes (marcenarias, corte e costura, carpintaria). Fez jus ao seu lema bíblico: “VIM PARA SERVIR”

Bem, todos nós, ararienses sobretudo, sabemos da importância do "Colégio do Padre" para a formação da nossa sociedade e circunvizinhas. Meu propósito aqui não é fazer um histórico detalhado desta grande Entidade Educacional. Haja vista que são 73 anos de trabalho em prol da Educação. São milhares de cidadãos formados por esta notável Escola. Profissionais que hoje atuam em diversas áreas do conhecimento humano. Minha intenção com este breve artigo é apenas homenagear, aqui, neste singelo site, o gigante da Educação de Arari.

Atualmente o Colégio Arariense está com um visual moderno, contempla uma estrutura física e pedagógica de alto nível, o que corrobora a altivez e a imponência deste que é o mais expressivo estabelecimento de ensino de Arari, e um dos mais famosos do Estado do Maranhão. Viva a Educação! Viva a obra maior do Padre Brandt! Viva o Colégio Arariense!

Destaque
Tags

 2017. Adenildo Bezerra. Todos os direitos autorais reservados. 

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W